CFL Retro: 2016 começa a hegemonia do RC Livramento

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

O Citadino de Futsal de 2016 deu inicio a uma série hegemônica do  RC Livramento no Citadino de Futsal. No ano em que completou 10 anos de fundação, em 28 de novembro daquele ano o RC Livramento chegava a decisão do CFL diante do Morena Tropicana. Favorito nas apostas, o RC Livramento , reforçado pelos atletas vindo de Bagé, mostrou logo a que veio e começou a decisão pressionando o Morena Tropicana na sua quadra. O goleiro Dudu, logo se transformou na grande figura da equipe na partida, resistindo ao bombardeio do RC. Depois de fechar os espaços do adversário, o Morena Tropicana mostrou que também tinha ambições na partida e num contra-ataque, Wagner tirou do goleiro Dodô e abriu o placar para o Morena. O RC não se sentiu o gol. Tanto que respondeu já na saída da bola, Murillo bateu do meio da quadra, Guilherme Falcão atrapalhou a visão do goleiro e a bola entrou no canto. Era o empate do RC. O jogo manteve o mesmo padrão, com o RC pressionando o Morena com toques rápidos e num consistente jogo coletivo, enquanto o adversário jogava no contra-ataque. As chances logo voltaram a aparecer, mas os goleiros Dudu, do Morena e Dodô, do RC, mostraram suas qualidades. A insistência do RC, porém, prevaleceu e Guilherme Falcão fez grande jogada pela esquerda e assistiu ao fixo Luis Fernando, que sobre a linha marcou o gol da virada do RC. O Morena voltou à carga e a 30seg do final do primeiro tempo, o fixo Paulinho apareceu na quadra do RC para voltar a bomba e empatar a decisão. O segundo tempo começou com o RC ainda mais decidido a pressão sobre o adversário aumentou. Não demorou para Guilherme Falcão dar um belo passe para Marcelinho tirar do goleiro e fazer o 3 X 2. RC. O Morena, que já tinha aumentado a velocidade do time com Anderson Elguy, tentou jogar com o pivô Maick para tentar o empate. Mas, o RC não deixava o Morena se articular, anulando especialmente a jogada com Wagner, principal atleta do Morena. Para piorar , Kadico completou mais uma grande jogada do RC a ampliou a vantagem para 4 X 2. O Morena continuava  buscando alternativas para reagir e apostou na experiência e Antônio Marcos. Com ele em quadra, a equipe criou a grande chance de diminuir, mas Diego acertou a trave do RC Livramento. As remotas esperanças de reação do Morena acabaram com o quinto gol do RC. Em cobrança de falta, Guilherme Falcão recebeu o passe de Murillo e, livre, apenas tocou para o gol, ampliando para 5 X 2, a vantagem. Bruno Mello ainda foi para a quadra para  completar a jogada de Kadico e fazer o 6 X 2, fechando placar a decisão. O gol deu início à festa de jogadores e torcedores do RC, que se estendeu para dentro da quadra ao final da decisão. O RC livramento entrava  definitivamente para a galeria dos campeões citadinos de futsal e continuou nos anos seguintes, Mas esta e outro história para os próximos episódios.

RC Livramento 6 : Ângelo Valente, Ygor (técnico) Dexter, Yuri, Dodô Patron, Matheus Barbieri, Lucas Leal, Fernando Merenda, Luciano. Mauricio, Geraldo Baucher, Agachados, Rafinha, Marcelinho, Glauco, Dudu Lence, Kadico, Guilherme Falcão, Murillo, Bruno Mello.

Morena Tropicana 2: Bruno, Marco Aurélio, Maick, Anderson Elguy, Laerte, Índio, Alemão, Agachados, Felix, Diego,  Wagner, Maico, Luan, Nicolas, Fofo

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp